segunda-feira, 18 de julho de 2011

O faraó


Vamos todos ao festival
Com o espírito de outrora
Que ninguém venha embora
Sem uma solução radical

Que a ditadura económica
Está a fazer-nos passar mal
Que então nasça nesse local
Uma solução faraónica

Na pirâmide que aí nascer
Façam sepultar o capital…
Parem já, não pode ser

Como iremos sobreviver
Sem ir ao centro comercial
Após o dinheiro morrer?

1 comentário:

pekenasutopias disse...

Isto agora pressupõe
Que houve já conspiração,
Que o festival predispõe
A grande revolução...

Quem sabe? Talvez o seja
E essa mudança, afinal,
Seja o futuro que adeja
Sobre esse tal festival...

A minha hora é de poemas
Que o tempo da juventude
Há muito passou por mim

E da vida eu sei, apenas,
Males e bens de uma atitude
Que está a chegar ao fim...

Abraço grande! :)